Buscar
  • ADVOCACIA LUVISETI

Soldador que trabalhou em pé por sete anos receberá reparação por sofrer fascite plantar.

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Tuper S.A., processadora de aço de Bento do Sul (SC), ao pagamento de R$ 10 mil de reparação a um soldador que desenvolveu fascite plantar nos dois pés depois de trabalhar em pé por sete anos na solda de peças de escapamento. Por ele ter sobrepeso, o laudo pericial concluiu que o trabalho atuou como causa conjunta para o surgimento da doença ocupacional.

Segundo o soldador, a empresa não observou as normas relativas à saúde, à higiene e à segurança do trabalho. Segundo ele, as condições de trabalho eram impróprias, tanto que o perito considerou a atividade de risco moderado. Afirmou, também, que não é pessoa idosa e não possui predisposição para a doença.


fonte: https://www.jornaljurid.com.br/noticias/soldador-que-trabalhou-em-pe-por-sete-anos-recebera-reparacao-por-sofrer-fascite-plantar?fbclid=IwAR1pxFMR51-dqedFGayJMSpyt0tnN9jdvmiPYF8Ib1fWC0JmUWZjrxl0CHo

0 visualização

Quando somos bons para os outros, somos ainda melhores para nós

©2018 Todos os direitos reservados à Advocacia Luviseti - Advogados Associados